Nelson Felix

Nasce no Rio de Janeiro em 1954. Iniciou sua formação com Ivan Serpa em 1971 e realizou sua primeira individual em 1980, na Galeria Jean Boghici no Rio de Janeiro.

Em 1989, recebeu bolsa do Ministério da Cultura Françês pela exposição na Galeria Charles Sablon em Paris e o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte- APCA, pela melhor exposição do ano em desenho. Ganhou a Bolsa Vitae de Artes em 1991e três anos depois, volta a receber o prêmio da APCA em escultura, pela exposição no Museu de Arte de São Paulo/ MASP. No ano seguinte é lançado o video O Oco, para a série RioArte- Arte Contemporânea com direção de Luís Felipe Sá. Esse trabalho realizado a quarto mãos, é premiado com o Sol de Prata no XXII Festival Internacional de Cinema, TV e Vídeo em Clemond- Ferrand, França. Em 1996, a TVA, lhe conferiu o prêmio Bravo- Brasil na XXIII Bienal de São Paulo. Em 2002 o prêmio Universidade Estácio de Sá e em 2006, o Ministério da Cultura/ FUNARTE, lhe confere o prêmio de Conjunto da Obra – Marcoantonio Vilaça.

A editora Cosac Naify publicou, em1998, o livro sobre sua obra, com texto de Rodrigo Naves. Em 2001, com edição da Casa da Palavra, lança o livro Nelson Felix, com textos de Glória Ferreira, Nelson Brissac e Sonia Salzstein. Em 2005, a Editora Pinakotheke publica, Trilogias- conversas entre Nelson Felix e Glória Ferreira 1999/2004 e a Casa 11, em 2011, edita Conserto para Encanto e Anel, com textos de Ronaldo Brito e Marisa Flórido.

 

Exposições Individuais e Principais Projetos

1980  . Galeria Jean Boghici – Rio de Janeiro

1983  . Galeria Paulo Klabin – Rio

1984  . Paulo Figueiredo Galeria de Arte – São Paulo

1985 . *Grande Budha, viajem amazônia brasileira e venezuelana

*Série Gênesis, instalação dos primeiros elementos

1986  . Galeria Saramenha – Rio

1988  . Galeria Luisa Strina – São Paulo

. Galeria Saramenha – Rio

1989  . Galerie Charles Sablon – Paris, França

1990  . Galeria Luisa Strina – São Paulo

. Porão das Artes – Friburgo, RJ

1993 . Museu de Arte de São Paulo, MASP – São Paulo

. Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, MNBA – Rio

. Flor na Pele – Galeria Luisa Strina, – São Paulo

. Galeria Paulo Fernandes – Rio

1994  . Perth Institute of Contemporary Art , PICA – Perth , Austrália

1995  . Galeria Luisa Strina – São Paulo

. Galeria Millan – São Paulo

1996  . Galeria Paulo Fernandes – Rio

1997  . Espaço Cultural 508 Sul – Brasília, DF

. Galeria Referência – Brasília, DF

1998  . Museu Brasileiro de Escultura, MuBE – São Paulo

. Galeria Luisa Strina – São Paulo

1999 *Mesa, Fronteiras/Instituto Itaú Cultural instalação da escultura em Uruguaiana – RS

2000 *Grande Budha, instalação da escultura no Seringal Nova Olinda – Acre

2001 . Série Arábe, Escola de Artes Visuais do Parque Lage – Rio

. Galeria HAP – Rio

2002 . Galeria ArteFutura – Brasília

2003 . Galeria HAP – Rio

*Vazio do Coração – Deserto de Atacama – Chile

2004 *Vazio do Coração – Praia Redonda e Ponta Grossa – Ceará

. Galeria da Universidade Federal do Espírito Santo – Vitória

. Galeria Marília Razuk de Arte – São Paulo

2005 . Trilogias, Paço Imperial, Rio de Janeiro

. Trilogias, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo

2006 . Camiri, Museu Vale do Rio Doce, Vitória, Espírito Santo

2007 . Desenhos para Camiri, SPArte, Galeria HAP – São Paulo

*4 Cantos – República Dominicana e Anguilla

*4 Cantos – Mar da China, Taiwan, Dong-sha

. Manuel Macedo Galeria de Arte – Belo Horizonte

2008 *4 Cantos – Austrália,Karratha

. Galeria HAP – Rio

2009 . Cavalariças – Escola de Artes Visuais do Parque Lage – Rio

. Galeria HAP – Rio

2011 . Concerto para Encanto e Anel – Oi Futuro – Rio de Janeiro

2013 . Verso – Galeria Millan – São Paulo

. Verso (meu ouro, deixo aqui) Instituto Tomie Ohtake – São Paulo

2014 . Flautas e cactos – Galeria HAP – Rio

. CantosreV –Instituto Ling – Porto Alegre

2015 . OOCO – Pinacoteca do Estado de São Paulo – São Paulo

 

 

 

Principais Exposições Coletivas

1978  Artistas Cariocas, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo

1980  Grupo Configuração: Palácio das Artes –Belo Horizonte, MG

Fundação Cultural de Curitiba – Curitiba, PR

Fundação Cultural do Distrito Federal – Brasília, DF

1981 Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna,

MAM – Rio

1982 Coleção Gilberto Chateaubriand, Fund. Calouste Gulbenkian – Lisboa, Portugal

1983  XI Mostra do Desenho Brasileiro – Curitiba, PR

VI Salão Nacional de Artes Plásticas, Museu de Arte Moderna, MAM– Rio

1984  Retrato e Auto-Retrato da Arte Brasileira, Col. G. Chateaubriand , Museu                                                  de Arte Modera, MAM – São Paulo

Como vai Você Geração 80?, Parque Laje – Rio

Panorama 84 – Arte sobre Papel, Museu de Arte Moderna, MAM – São     Paulo

Brasil Desenho, várias cidades

Traço em Comum, Galeria de Arte da UFF – Nitéroi – RJ

1985 Velha Mania, Parque Laje – Rio

26 Artistas, Galeria Paulo Klabin – São Paulo

3 Foragidos , Galeria de Arte da UFES – Vitória, ES

Rostos, Galeria de Arte Espaço, Rio

VII Salão Nacional de Artes Plásticas, Museu de Arte Moderna, MAM – Rio de Janeiro

1986 III Trienal de Desenho, Kunstalle in der Norishale, Germanishes

Nationalmuseum – Nuremberg, Alemanha

Seleção da III Trienal de Desenho, Neue Galerie der Stadt Linz , Wolfgang-

Gurlit Museum – Viena, Áustria

Na Ponta do Lápis, Galeria de Arte da UFF – Niterói – RJ

Planeta Saúda o Cometa, Arte Galeria – Fortaleza, CE

1987  Scott Hanson Gallery – Nova Iorque, USA

Elaine Benson Gallery – Nova Iorque, USA

Entre 2 Séculos, MAM – Rio de Janeiro

Fórum de Ciência e Cultura, Universidade Federal do Rio de Janeiro– Rio

1988 Brazil 10: Memphis College of Art – Tennesse, USA

Cumming Art Center – Connecticut

University Art Gallery – Califórnia

Grinther Gallery – Florida

Prichard Gallery – Idaho Sonoma Art Gallery – Califórnia

Avant Première Galerie Charles Sablon – Paris, França

1989  Rio Hoje, MAM – Rio

1990  O Rosto e a Obra, Galeria do IBEU – Rio

1991  Brasil; La Nueva Generación , Museu de Bellas Artes – Caracas, Venezuela

Blanc Dominantes Galerie Charles Sablon – Paris, França

1992  33 Esculturas Latino-Americanas, Centro Cultural Mexicano – Paris, França

A Caminho de Niterói, Coleção João Sattamini , MAC – Niterói, RJ

1993  Pintando a Solução, MNBA –Rio

Estranha Inquietude, Galeria Paulo Fernandes, Rio de Janeiro

Emblemas do Corpo, Centro Cultural do Banco do Brasil – Rio

Brasil, 100 Anos de Modernidade, Coleção Sérgio Fadel, MNBA – Rio

A Caminho de Niterói II, Coleção J. Sattamini, MAC – Niterói, RJ

Um Olhar sobre Joseph Beuys, Museu de Arte de Brasília – Brasília, DF

O Oco (vídeo), Galeria Sérgio Porto – Rio

O Oco (video), Instituto Cultural Itaú – São Paulo

1996  XXIII Bienal Internacional de São Paulo – São Paulo

Mesas, Funarte – Rio

Coleção João Sattamini, Museu de Arte Contemporânea de Niterói – Niterói, RJ

Desenhos, Galeria Ox – São Paulo

Coleção Carioca, Espaço Cultural dos Correios – Rio

1997  Lajes, ArteCidade III , Moinho da Luz – São Paulo

Casa da Imagem – Curitiba, PR

1998  Prêmio Brasília de Artes Plásticas, Museu de Arte de Brasília – Brasília, DF

Bienal do Barro, Centro Cultural de Maracaibo – Maracaibo , Venezuela

Memorial da América Latina – São Paulo

V Semana de Arte de Londrina – Londrina, PR

Fronteiras, Instituto Cultural Itaú – São Paulo

1999  II Bienal do Mercosul – Porto Alegre, RS

Prêmio Estadão, SESC Pompéia – São Paulo

Nelson Felix e José Bechara, Galeria Celma Albuquerque – Belo Horizonte

Mostra Rio Gravura – Impressões Contemporâneas, Paço Imperial – Rio

A Flor da Pele, Palácio das Artes – Belo Horizonte, MG

2000 Brasil + 500 anos, Mostra do Redescobrimento, Bienal de São Paulo-São Paulo

Brasil + 500 anos, Mostra do Redescobrimento – Lisboa, Portugal

Um Oceano Inteiro para Nadar, Culturgest – Lisboa, Portugal

Acervo, Museu de Arte Contemporânea – Niterói, RJ

Ao Redor do Desenho, Centro Cultural Maria Antonia USP – São Paulo

Fim do Milênio, Os Anos 90 no MAM , MAM de São Paulo – São Paulo

2002 Pilar, ArteCidade IV, SESC Belenzinho- São Paulo

Nelson Felix e Antonio Dias, Galeria Celma Albuquerque-Belo Horizonte

Insólitos, Museu de Arte Moderna de S. Paulo, S.Paulo

Caminhos do Contemporâneo 1952-2002, Paço Imperial, Rio

Infláveis, SESC Belenzinho – São Paulo

2003 2080, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo

Materiais, Vale do Rio Doce – Espírito Santo, Vitória

Meus Amigos, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo

         Tomie Ohtake e a Trama Espiritual na Arte Brasileira– Centro

Cultural Tomie Ohtake, São Paulo e Museu Nacional de Belas Artes, Rio

2004 Fotografia e Escultura do Acervo do MAM: 1995-2004 – Museu de

Arte Moderna de São Paulo, São Paulo

Arquivo Geral – Jardim Botânico, Rio de Janeiro

A Casa – Espaco Cultural Vale do Rio Doce, Vitória

2005 Museu de Arte Contemporânea de Niterói

Arte Brasileira Hoje – MAM, Rio de Janeiro

Corpo – Instituto Itaú Cultural, São Paulo

Espaço Brasil – Carreau du Templo, Paris, França

V Bienal do Mercosul- Porto Alegre, RS

2006 Sem Título, 2006. Comodato Eduardo Brandão e Jan Fjeld –Museu de Moderna de São Paulo, São Paulo

Mam na Oca, Acerdo do Museu de Arte Moderna de SP- Oca, São Paulo

2007 Modernos,Pós-Modernos,Etc – Centro Cultural Tomie Ohtake, São Paulo

2008 . Paper trail: 15 Brasilian Artists – Allsoppcontemporary, Londres

. Allgarves, Articulações – Fundação de Serralves e Ministério Turismo

de Portugal, Faro

. Laços do Oriente – Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

2009 80/90 Modernos, Pós Modernos, etc, – Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

Exposição 6X6, Premio FUNARTE Marcontonio Vilaça, ECCO, Brasília

2010 Diversidade e Afinidade : Universo X Reverso, ECCO, Brasília,

Bienal na Tomie – Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

2011 Aberto Brasília-Intervenções Urbanas – Centro Cultural do Banco do Brasil – Brasília

Bienal do Vento Sul – Curitiba

2012 Entre Trópicos, Cuba Brasil – Caixa Econômica Federal -Rio

2013 O Colecionador , Coleção Jean Boghici – Museu do Rio de Janeiro/MAR

As tramas do tempo na Arte Contemporânea:Estética ou Poética? – Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, SP

Cor, Cordis – Museu de Arte Contemporânea do Paraná – Curitiba

Correspondências – Centro Cultural dos Correios – Rio

2014 O Artista e a Bola – Oca – São Paulo

Ouro – Centro Cultural Banco do Brasil – Rio

2015 5º Premio Marcantonio Vilaça – MAC/São Paulo – São Paulo

O Espírito de cada Época – Instituto Figueiredo Ferraz – Ribeirão Preto- SP

 

 

 

Principais Prêmios, Bolsas, Publicações e Videos

1976 Prêmio, I Salão Nacional Universitário de Artes Plásticas, Funarte-Rio

Menção Honrosa, XI Salão de Maio, SBBA – Rio

Prêmio, III Salão Carioca de Arte, Funarte – Rio

1989  Bolsa, Ministério da Cultura da França pela exposição em Paris

Prêmio, Melhor Exposição de Desenho do Ano de 1988, Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA)

Bolsa Vitae de Artes Visuais

1994  Artista em Residência, Curtin University, Perth – Austrália

Prêmio, Melhor Exposição de Escultura do Ano de 1993, Associação     Paulista de Críticos de Arte (APCA)

Premio TvA-BravoBrasil na XXIII Bienal Internacional de São Paulo

Premio, Sol de Prata com o video O OcO, XXII Festival Internacional de Cinema, TV e Video de Clermond-Ferrand – França

1998 Nelson Felix, livro com texto de Rodrigo Naves, Editora Cosac & Naify, 208p.

Indicado para o Prêmio Johnnie Walker de Artes Plásticas

1999 Indicado para o Prêmio Johnnie Walker de Artes Plásticas

2001 Nelson Felix, livro com textos de Glória Ferreira, Nelson Brissac e

Sonia Salzstein , Editora Casa da Palvra, 176p.

2002 Prêmio Universidade Estacio de Sá

Artista em Residência, UERJ

2003 Convite para realizar gravura, Fundação Iberê Camargo

2005 Trilogias, conversas entre Nelson Felix e Glória Ferreira 1999/2004, Editora Pinakotheke/Linha, 298p.

2006 Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça – Conjunto da Obra, Ministério da Cultura/FUNARTE

Camiri, catálogo do Museu Vale, com textos de Ronaldo Brito e entrevista com Nuno Faria, 136p.

2011 Concerto para Encanto e Anel –livro com textos de Ronaldo Brito e Marisa Flórido Cesar, Editora Casa11, 304p.BuyWritingEsse.com