Nelson Felix

Gravura – 2004

A convite da Fundação Iberê Camargo, Nelson Felix realizou uma gravura para a série desta instituição. Uniu o trabalho dos Vazios, ao conceito primeiro da gravura, o ato de imprimir, procedimento que define a própria técnica.

Para isto, deslocou o atelier de gravura da Fundação, para o Departamento de Anatomia da Universidade de Medicina do Rio Grande do Sul e lá, imprimiu diretamente na chapa, os órgãos do cérebro, do coração e do sexo, abertos ao meio.